Márcia Ramos
Fazer poesia é derramar amor sobre uma folha de papel em branco!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos



O 'nosso bebê'...


Muitas vezes nos perguntamos:
Por que guardamos tanta 'tralha'?
No meu caso, guardar alguns objetos significa voltar no tempo...
 Trazer lembranças e reviver atitudes que marcaram vidas.
Há exatamente 55 anos, nascia uma linda menina de olhos esverdeados e cabelos negros...
Sua mãe sorria e chorava alternadamente.
Sorria... Ao olhar para a menina e nos seus traços se enxergar.
Chorava... Ao lembrar que o grande amor da sua vida a abandonara.
Que triste contradição, não é?
Essa mulher lutava muito!
Lavava e passava roupas para a vizinhança e com isso,
pagava o aluguel do seu pequeno quarto.
Tinha um sonho... Dar um belo presente à sua menina!
De cada pagamento recebido, uma moeda era guardada para realizar o seu desejo.
Comprar um lindo bebê de borracha com olhos azuis de vidro!
Após alguns meses, chegou à loja para realizar o seu sonho, mas teve uma grande surpresa;
O preço da boneca tinha aumentado!
Meio sem graça, chegou perto do dono da loja e falou:
_ Durante meses poupei cada centavo para comprar essa boneca e agora, o preço aumentou...
_ O senhor pode manter o preço anterior? Ela perguntou.
_ Desculpe senhora, mas o fabricante atualizou o valor.
Não podemos fazer nada!
Muito triste, ela baixou a cabeça e apenas disse:
_ Obrigada.
Quando já estava na porta, ouviu alguém gritar:
_ Senhora, espere!
_ Façamos o seguinte...
A senhora leva o bebê e quando 'puder', paga a diferença.
Ela não sabia se ria ou chorava, mas os seus olhos agradeciam pela bondade daquele homem.
Cada centavo foi pago e o seu orgulho era grande, pois conseguiu “me presentear”!
Sim... Eu era aquela linda menina!
Hoje, depois de tanto tempo, cuido carinhosamente dessa relíquia.
Dou banho, ponho roupas novas e conservo, ano após ano.
Nunca passou por um 'hospital de bonecos'!
Mãe, o seu sacrifício não foi em vão e ficará marcado para sempre no meu coração!
O ‘nosso bebê’ estará ao meu lado até o momento da minha partida.
Obrigada por tudo.
Amar-te-ei eternamente!
 
Sua ‘linda menina’!
 




Conheçam!

https://www.facebook.com/marcia.ramos.142
https://www.facebook.com/MarciaRamosEmProsaEVerso?ref=hl



 
Márcia Ramos
Enviado por Márcia Ramos em 08/02/2015
Alterado em 08/02/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários